Geral

03 de Maio de 2021 às 13:00:16h

Evento sobre pesquisa do rádio organizado pela UFMT começa nesta semana

Começa na próxima quarta-feira (05), o IV Simpósio Nacional do Rádio, organizado neste ano pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Universidade de Mato Grosso (Unemat). O evento, que acontece neste ano de forma remota devido a pandemia da covid-19, vai reunir pesquisadores de 17 estados das cinco regiões do país, além de pesquisadores da Espanha e Argentina.

O evento surgiu do Grupo de Rádio e Mídia Sonora da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares em Comunicação (Intercom) e chega à quarta edição no Estado de Mato Grosso após passar pela Bahia, Rio Grande do Sul e Paraíba. Entre a próxima quarta e sexta-feira (05 e 07.05), serão apresentados 94 resumos expandidos oriundos de 82 Instituições de Ensino Superior do Brasil e do Exterior.

“A expectativa é mostrar os nossos potenciais de pesquisa, de interesses, de escuta do rádio e também dos nossos potenciais de pesquisa em Mato Grosso”, afirma o professor Luãn Chagas, do curso de Jornalismo da UFMT do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Poder (PPGCOM-UFMT), um dos organizadores do evento, que conversou com a redação.

Segundo Chagas, a pesquisa de rádio e mídia sonora tem se consolidado no Brasil nos últimos 30 anos e o evento celebrará essa marca. “Vamos ter uma homenagem a primeira tese de rádio da UFMT, que foi orientado pelos professores Mariângela Sólla López e o professor Pedro Pinto de Oliveira, que foram orientandos da professora Gisela Ortriwano”, explica. 

Sobre a importância da evolução da pesquisa sobre o rádio no país, o pesquisador afirma que o evento debaterá todas as formas do consumo dessa mídia. “As estratégias sonoras, o consumo radiofônico no país, a importância dessas emissoras que chegam ao interior, as concessões de rádio e as novas tecnologias como o podcast, que surge de uma linguagem sonora do rádio e que agrega essa linguagem para se organizar de outras formas no dia a dia das pessoas”.

Os debates e painéis do evento terão transmissão pela internet, por meio do facebook do GP Rádio e Mídia Sonora e no canal do youtube do Simpósio (CLIQUE AQUI). As inscrições para ouvintes no evento estarão abertas até o dia de abertura (VEJA AQUI). Todas as informações e programação do evento estão disponíveis na página do simpósio (CLIQUE E CONFIRA).

“O rádio é companhia e afeto que está no dia a dia de muitas pessoas. Seja o rádio, que está dentro da casa das famílias levando informação, seja um podcast, que é íntimo, está no fone de ouvido, no trabalho… Tudo isso vamos discutir no simpósio”, finaliza o professor Luãn Chagas.

Fonte: Fonte: PNB Online