Saúde

11 de Outubro de 2017 às 07:16:00h

Funcionários do Hospital Regional de Sinop protestam em frente a unidade

No início da semana o Governado do Mato Grosso repassou aproximadamente R$ 1,7mi para a Fundação Comunitária de Saúde - que administra o Hospital Regional -, mas o dinheiro foi o suficiente para pagar apenas uma parte dos salários dos funcionários que estavam atrasados e comprar alguns medicamentos essenciais para manter os pacientes internados por mais ou menos uma semana.

O valor da divida, segundo a Fundação é R$ 28mi, montante que é contestado pelo governo. Reuniões foram programadas para acontecer essa semana em Cuiabá. Elas irão definir a data dos próximos pagamentos.

Enquanto o impasse não chega num denominador comum, os funcionários protestam em frente ao Hospital Regional com batucadas e gritos.  Na noite desta terça-feira 10, os profissionais seguravam faixas, cartazes e todo momento gritavam palavra de ordem pedindo para o governador Pedro Taques “falasse a verdade e pagasse a conta”.

O protesto é referente à reivindicação de salários atrasados e pedem que o governo se sensibilize quando a situação dos funcionários. Muitos estão com contas atrasadas, nomes protestados e praticamente sem alimentos, como é o caso de uma funcionária que preferiu não revelar o nome. “Estamos passando por muita dificuldade. Há meses estamos sem vale alimentação e agora com o salário atrasado quase dois meses, eu e minha família não temos outra renda e sobrevivemos com isso”. Ela disse ao site Visão Notícias que vive com a ajuda de parentes. “Graças a Deus que tenho parentes e me ajudam como podem, mas estamos sobrevivendo no desespero”, concluiu a profissional.

O protesto deve continuar até que o governo repasse o valor da divida ao hospital. O montante servirá para o pagamento da folha já acumula.

Do total dos funcionários apenas 30% permanecem trabalhando no plantão. Na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Centro Cirúrgico estão atuando com 50% de sua totalidade de colaboradores.

Enquanto a novela não acaba a equipe do site Visão Notícias estará ao lado dos funcionários do hospital. Outros capítulos da novela serão aguardados. 

Fonte: VisãoNotícias