Política

20 de Setembro de 2021 às 07:31:35h

Botelho acredita ser possível pagar RGA de 7% em MT

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), que ocupa o cargo de primeiro-secretário na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, afirmou que existe a possibilidade de uma ampliação da Revisão Geral Anual (RGA) para 7%.

O apontamento do democrata foi feito à imprensa. Segundo Botelho, contudo, o aumento estaria condicionado ao comportamento tanto da inflamação quanto da arrecadação de Mato Grosso.

Conforme noticiado pela reportagem, a revisão inicial prevista era de 5,05%, que posteriormente passou por acréscimo de 1%. Hoje, contudo, segundo o deputado, há espaço para um reajuste com cotação final de 7%

"É possível ampliarmos isso para 7%. Depende de como vão se comportar duas coisas, a arrecadação e a inflamação. Precisamos acompanhar essas duas coisas. Esses dois pesos que vão fazer que o Estado tenha possibilidade de pagar", declarou.

A discussão em torno da RGA é uma das principais quando se considera a relação entre o governo do Estado e os servidores públicos. Em manifestação recente, o Sindicato dos Profissionais da Área Instrumental do Governo (Simpaig) apontaram perda acumulada de 22% por conta dos atrasos no pagamento da revisão.

Apesar da expectativa em torno de um eventual acréscimo à revisão, o aumento  para 7% segue incerto. Ainda de acordo com Botelho, a alta só ocorrerá caso o Estado mantenha "saúde" fiscal para o pagamento.

"Pode ser alterado lá na frente, na LOA, quando ele mandar a RGA lá na frente. Tudo é possível desde que haja condições financeiras para o Estado pagar", finalizou.

Fonte: Gazeta Digital