Política

08 de Outubro de 2019 às 16:53:00h

Bezerra diz que MDB quer ampliar número de prefeitos longe do

O deputado federal Carlos Bezerra, que liderou a bancada mato-grossense na convenção nacional do MDB, adianta que objetivo do partido é ampliar o número de prefeitos no Estado, mantendo distância do “bolsonarismo”.  Atualmente, são 27 prefeitos em Cuiabá e cidades-pólo como Alta Floresta, Barra do Garças, Tangará da Serra e Primavera do Leste.

“O MDB está passando por um processo de renovação. Elegemos o deputado Baleia Rossi como presidente nacional e decidimos que o partido será independente do Governo Bolsonaro. Isso vai refletir aqui em Mato Grosso. Vamos trabalhar para ampliar o número de prefeitos, longe de bolsonarismo, fazendo alianças de centro-esquerda" disse Bezerra, presidente do MDB de Mato Grosso, ao RDNews. Apesar disso, ressalta que o partido é democrático e que as decisões dos diretórios municipais serão respeitadas.

Baleia Rossi é deputado federal por São Paulo. Filho de Wagner Rossi, já lidera a bancada emedebista na Câmara Federal. Sobre a postura diante do governo federal, Bezerra defende que MDB se afaste de fato do governismo como ficou decidido na convenção. Em sua avaliação, a independência é a postura mais adequada perante o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL). Na avaliação dele, o MDB será fundamental para a derrota do bolsonarismo nas eleições municipais. "O MDB foi peça chave para derrota da ditadura militar e será peça chave para derrotar esse governo saudoso daquele tempo”, completou. 

Em Cuiabá e Primavera do Leste, os prefeitos Emanuel Pinheiro e Leonardo Bortolini devem ser candidatos à reeleição. Já em  Alta Floresta e Tangará da Serra,  Asiel Bezerra e Fábio Junqueira estão no segundo mandato e o MDB deve lançar novos nomes à sucessão.

Diretório Nacional

A ex-deputada federal, ex-deputada estadual e ex-secretária de Estado Teté Bezerra e  Emanuel Pinheiro ingressaram na Executiva Nacional do MDB. Já Bezerra deixou de compor a direção nacional  sob a justificativa de “contribuir com o processo de renovação”.

Fonte: Da Redação