Política

10 de Julho de 2018 às 08:48:40h

Senador der MT vê 'tramoia do PT' e pede investigação contra desembargador

Para o senador, o PT esperou o desembargador ex-militante do partido entrar no plantão para tentar a 'manobra' para soltar o ex-presidente Lula.

O senador José Medeiros (Podemos) apresentou reclamação disciplinar no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que apure a conduta do desembargador plantonista do TRF-4ª Região, Rogério Favreto, que determinou a liberdade ao ex-presidente Luis Inácio Lula.

"Não foi normal, foi totalmente atípico nós não podemos ficar à mercê desse tipo de coisa, uma manobra sorrateira. Dá vergonha alheia. Isso dá descrédito para as instituições jurídicas", disse Medeiros em vídeo publicado no Facebook.

Ele ainda acusou o Partido dos Trabalhores (PT) de ter feito uma "tramoia" para tentar liberar o ex-presidente.

"Ficou parecendo muito uma tramoia. São três parlamentares do Partido dos Trabalhadores que esperaram um ex-militante entrar no plantão e trinta minutos depois aconteceu aquilo. Ele sabia que a reação seria forte mandou que liberasse imediatamente", declarou.

No domingo (8), o desembargador plantonista Rogério Favreto determinou, em três despachos, a soltura do ex-presidente. Ele afirmou que sua decisão não desafiava decisões anteriores TRF ou qualquer outra instância superior. Ele ainda citou que a pré-candidatura de Lula à Presidência como fato novo que justificaria a liberdade.

As decisões foram suspensas após o presidente do TRF-4 Região, desembargador Thompson Flores, ter afirmado que o caso compete ao relator do processo, Gebran Neto, e não ao plantonista Rogerio Favreto. 

Fonte: RepórterMT