Geral

10 de Agosto de 2018 às 08:52:42h

Acusado de tentar estuprar menino em banheiro de igreja leva surra no Centro de Cuiabá

Acionada para conter populares que surravam um homem na Praça Ipiranga, a polícia descobriu que se tratava do acusado de ter trancado um menino de 8 anos no banheiro da Igreja Bom Despacho e o ameaçado.

O andarilho Antônio Carlos de Oliveira Bernardo, acusado de ameaçar um menino, de 8 anos, no banheiro da igreja Santuário Nossa Senhora do Bom Despacho, no último domingo (05), foi surrado por popoulares na Praça Praça Ipiranga, região central, de Cuiabá no final da tarde desta quarta-feira (08).

A Polícia Militar foi acionada e verificou que ele era o acusado de trancado o menino no banheiro e o ameaçado. Os policiais contiveram a ação dos populares e levaram o andarilho para a Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica), onde prestou depoimento sobre o caso.

Conforme a assessoria da Polícia Civil, o acusado foi ouvido e liberado.

Depoimento 

Em depoimento à equipe da Deddica, o morador de rua disse que lavava as mãos no banheiro no momento em que o menino abriu a porta e teria se assustado com sua 'aparência suja'. 

Ele afirma que tentou acalmar o menino, sem tocá-lo, quando então, o coroinha entrou no local e retirou a criança. À polícia, o acusado afirmou já ter passado por cinco internações psiquiátricas. 

Segundo a Polícia Civil, as declarações do acusado serão confrontadas com demais atos de investigação, oitivas de testemunhas, familiares, imagens das câmeras de segurança e exame psicossocial que será realizado no menino. O delegado titutlar da Deddica, Daniel Lemos Valente, irá coordenar as investigações.

Caso

O boletim de ocorrência, registrado na manhã de segunda-feira (06), relata que por volta das 11 horas de domingo (05), um menino de aproximadamente 8 anos foi ao banheiro sozinho e logo em seguida foram ouvidos gritos de socorro.

A criança foi socorrida por um coroinha da igreja e disse que um homem entrou com ele no banheiro e ameaçou de matá-lo. Testemunhas apontaram Antônio Carlos como o homem que entrou no banheiro junto com o menino. Ele é andarilho que vive na região da igreja.

O boletim de ocorrência foi registrado pelo padre responsável pela igreja.

A família da vítima ainda não procurou a delegacia.

Fonte: RepórterMT