Esportes

03 de Janeiro de 2020 às 18:31:42h

União se mantém à frente no 1º tempo, mas sofre virada do Palmeiras na estreia da Copa SP

O União bem que tentou estrear com uma vitória para cima de um gigante do futebol brasileiro na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Colorado enfrentou o Palmeiras-SP nesta quinta-feira (2) no estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, pela primeira rodada do grupo 17. O time de Rondonópolis saiu na frente do placar, mas não conseguiu suportar a pressão alviverde no segundo tempo.

Um jogo com muita chuva no início, mas, logo aos 10 minutos, o zagueiro Pablo fez 1 a 0 para o União após cruzamento em cobrança de escanteio. A equipe matogrossense seguiu firme na batalha, conseguindo neutralizar as jogadas do Palmeiras e explorar os contra-ataques, levando perigo. O primeiro tempo terminou desta forma, principalmente por conta de boas defesas do goleiro Evandro.

Na segunda etapa, logo aos 2 minutos, o zagueiro capitão Henri, de cabeça, deixou tudo igual para o Palmeiras. Três minutos depois, o volante Danilo cobrou falta da linha de fundo e fez um golaço, virando o placar rapidamente.

Em desvantagem, o União tentou segurar as jogadas do time paulista, mas conseguiu até os 35 minutos, quando o lateral-direito Patrick cometeu pênalti no meia Gabriel Silva. O camisa 10, que sofreu a falta, pegou a bola e ampliou o jogo para 3 a 1.

Ainda deu tempo para mais um pênalti a favor do Palmeiras. O atacante Lucas Cordeiro sofreu a penalidade e cobrou. Destaque do União, o goleiro Evandro fez a defesa e manteve o placar até o fim de jogo.

No outro jogo do grupo 17, a Ferroviária-SP, dona da casa, venceu o Petrolina-PE por 3 a 0.

Na próxima rodada, o União enfrenta a Ferroviária no domingo (05), às 12h45 (horário de Mato Grosso), novamente na Fonte Luminosa. O Palmeiras encara o Petrolina logo depois, às 15h.

O Cuiabá, outro representante do estado de Mato Grosso, estreia nesta sexta-feira (3), contra o Juventude-RS, às 14h15 (de Mato Grosso), no campo da Praça de Esportes Jardim Martins, em Cravinhos. 

Fonte: Olhar Esportivo