Educação

11 de Novembro de 2018 às 10:35:06h

Membro da transição, vereador prevê cortes na Secretaria de Educação

Gilberto Figueiredo acredita ser possível cortar gastos na estrutura da pasta para sobrar recursos para investimentos

Membro da equipe de transição do Governo Mauro Mendes (DEM), o vereador Gilberto Figueiredo anunciou a reestruturação, com possíveis enxugamentos, em duas áreas importantes da gestão: a Saúde e a Educação. Segundo o vereador, um trabalho está sendo feito para pautar real diagnóstico das pastas e ver onde é possível realizar os cortes. 

Gilberto, que foi secretário de Educação de Mauro Mendes na prefeitura de Cuiabá, é um dos homens de confiança do democrata e está realizando levantamento das áreas de Educação e Saúde. “Já elaboramos um plano de bastante trabalho, dividindo por áreas de atuação porque estamos falando de uma pasta robusta, talvez a maior pasta do governo do estado e nós temos para os próximos dias os primeiros resultados dessa transição para que a gente possa fazer uma reestruturação atual na secretária”, disse o vereador ao falar da Secretaria de Educação, em entrevista ao programa Resumo do Dia.

O parlamentar também analisou ser necessário analisar o “tamanho” da pasta da Educação, pois a meta é a redução da máquina. Ele admite o enxugamento de vários setores. “ É uma secretaria que tem bastante peso, maior número de secretários adjuntos, e a meta do governador é de reduzir o tamanho da máquina do Estado. Nós temos esse trabalho, para fazer a estruturação com o enxugamento da pasta e redução de cargos existentes, para que o Estado possa respirar com mais tranquilidade e possa pensar em fazer investimentos necessários”, explicou.

Figueiredo acredita que não terá dificuldades em obter informações sobre a pasta, já que possui bom relacionamento com a atual secretária, que fez parte de sua equipe na prefeitura de Cuiabá. “A professora Marioneide tem atuado com muita dedicação nessa área e lá não é um ninho estranho para nós, principalmente para mim que atuei 40 anos nessa área. Fui secretário de educação de Cuiabá e a professora Marioneide participou do meu staff com o ex-prefeito Mauro Mendes”, colocou.

SAÚDE

Na Saúde, o membro da equipe de transição apontou que a situação é mais complexa. Ele destacou que um grupo de 20 profissionais tem realizado um “diagnóstico” da pasta, que concentra  a maior parte da reclamação da população. 

Segundo ele, até 30 de novembro, um relatório será entregue para que futuro gestor tenha conhecido de onde se encontram as fragilidades do sistema e já anuncie as medidas necessárias.  “Já existe um grupo trabalhando comigo na área da saúde, são mais de 20 profissionais convidados para trabalhar conosco. A nossa meta é ter uma radiografia desta pasta pra entregar ao governador Mauro Mendes”, comenta.

Fonte: FolhaMax